O que é eficiência energética residencial


A escassez de recursos naturais é uma tendência que vem sendo cada vez mais observada pelas pessoas, empresas e órgãos governamentais. Afinal, é impossível continuar vivendo como se os recursos fossem inesgotáveis.

No Brasil, com o Plano Decenal de Expansão de Energia (PDE), o governo trabalha para que todos os setores sejam envolvidos em uma política com foco na conservação de energia.

Neste contexto, a eficiência energética residencial ganha especial relevância.

Com práticas inovadoras é possível contribuir para a conservação de recursos naturais. A construção de paredes com materiais que absorvem melhor a energia térmica e o uso de painéis solares são ótimos exemplos.

De acordo com o PDE, a expectativa é que, em 2029, a conservação de energia elétrica nas residências possa atingir 8 GWh. A economia equivale a 3,7% do consumo total de eletricidade estimada para o ano.

Quer saber mais sobre eficiência energética residencial e entender como você pode contribuir para a sustentabilidade do meio ambiente? Continue lendo o texto!


Definindo o conceito: o que é eficiência energética residencial

Para saber o que é eficiência energética residencial, você precisa entender uma lógica simples: trata-se de usar o mínimo de recursos para obter o máximo efeito. Aqui, se aplica perfeitamente o conceito de que “menos é mais”.

Desse modo, é possível oferecer conforto e comodidade para as pessoas que usam o espaço e, de quebra, contribuir para a conservação de energia, diminuindo as contas. Afinal, vivemos em um tempo que não oferece margem para qualquer tipo de desperdício.

É importante ter em mente que você pode buscar a eficiência energética residencial com muito ou pouco dinheiro.

Um projeto de instalação de painéis solares, por exemplo, exige um investimento mais alto, porém com ótimo retorno, que compensa, especialmente, no longo prazo. Mas, de imediato, já garante redução nas faturas de energia.

Em contrapartida, a aquisição de um termostato para geladeira representa um custo menor, que será amortizado em apenas alguns dias.

De todo modo, uma vez feito o investimento, a eficiência energética será contabilizada ao longo da vida útil do equipamento ou aparelho. Ou seja, o seu retorno é garantido.


Eficiência energética residencial: 3 boas razões para investir

Agora que você já sabe o que é eficiência energética residencial, vale conhecer os principais benefícios de priorizar essa prática. Ela pode melhorar a vida de todos nós. Veja, a seguir, 3 deles:

#1 Economia de energia e de dinheiro: não se trata apenas de economizar os recursos esgotáveis, mas também o seu dinheiro.

Ao investir em boas práticas que visam garantir a eficiência energética residencial, você garante a redução da fatura de eletricidade.

#2 Redução de desperdício e foco no bem-estar das pessoas: ao investir em eficiência energética residencial você contribui para combater o desperdício com ações inteligentes.

Além disso, torna a sua casa mais sustentável e confortável, oferecendo uma vida mais feliz para quem mora ali.

#3 O meio ambiente se torna mais saudável: algumas companhias de energia apresentam na fatura da luz a quantidade de CO2 e resíduos radioativos que cada kWh consumido gera.

Contudo, estes não são os únicos elementos poluentes. Sendo assim, quando você prioriza a eficiência energética sustentável contribui para melhorar a saúde das pessoas e do planeta.


Eficiência energética residencial: como aplicar?

A busca por eficiência energética nas unidades consumidoras residenciais tem sido impulsionada por dois aspectos importantes.

Em primeiro lugar, o surgimento e a adoção de novas tecnologias que viabilizem a economia de recursos têm sido decisivos nesta jornada.

Igualmente importante, o incentivo à mudança de hábitos de consumo, fomentado por programas e políticas focadas na conservação de energia e até pela mídia, faz muita diferença neste processo.

Quer entender como você pode fazer a eficiência energética se tornar uma realidade na sua casa? Então, confira algumas aplicações possíveis:

  • Eficiência energética na estrutura de alvenaria

Na hora de projetar a estrutura de alvenaria da sua obra, pense em como você pode melhorar ainda mais o aproveitamento energético, principalmente do ponto de vista térmico.

Utilizar paredes, pinturas e acabamentos capazes de isolar o ambiente de fontes externas de calor, como o sol, é uma estratégia inteligente. Desse modo, é possível manter o ambiente interno refrigerado a uma temperatura ideal.

Portanto, busque investir em paredes e lajes com melhor absorção de energia.

Nas coberturas, por exemplo, você pode usar mantas térmicas de alumínio. Elas formam uma camada de ar, que dissipa o calor no verão e mantém o ambiente aquecido no inverno.

Solução perfeita para contribuir com a eficiência energética, não é mesmo?

  • Eficiência energética no projeto de iluminação

Até então, a substituição das lâmpadas incandescentes por lâmpadas fluorescentes compactas já garantia uma redução no consumo de até 70%.

Com a chegada das lâmpadas de Led é possível agregar mais economia. Isso porque elas são capazes de proporcionar uma redução de 50% em relação ao consumo das lâmpadas fluorescentes.

Então, na hora de selecionar as luminárias para o seu projeto de iluminação não fique em dúvida: invista em soluções de Led. Vai fazer toda a diferença na sua fatura de energia e na saúde do planeta.


Spot Led de Embutir 5W

Philips




  • Eficiência energética no uso de equipamentos

Criado pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro), o Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE) visa contribuir para a conservação de energia.

A proposta é orientar o consumidor com etiquetas informativas que revelam a eficiência energética dos eletrodomésticos. Os produtos são identificados com etiquetas de “A” a “G”, sendo a etiqueta “A” para os mais eficientes.

O intuito é oferecer aos consumidores informações precisas, para que eles possam avaliar o consumo de energia dos eletrodomésticos e adquirir produtos com maior eficiência energética em relação ao consumo.

Com isso, todos saem ganhando: fabricante, o cliente, a sociedade, o planeta e o seu bolso.

Portanto, seja criterioso na hora de selecionar os eletrodomésticos da sua casa: escolha produtos com selo “A”.





Plafon Led Quadrado

Embutir 22x22 18W

Santa Fé




  • Eficiência energética na instalação de painéis solares

No Brasil, o uso chuveiro elétrico é um dos vilões das altas faturas: ela representa cerca de 24% da energia consumida mensalmente, o que significa que em uma conta de R$200,00, em média R$48,00 são referentes apenas ao uso do chuveiro.

Usado na maioria das casas brasileiras, o seu amplo uso fica ainda mais evidente durante à noite, quando o consumo das unidades residenciais aumenta.

A boa notícia é que o uso de sistemas geradores fotovoltaicos podem contribuir para minimizar o impacto e até eliminar essa sobrecarga, além disso, esses sistemas podem ser instalados facilmente por profissionais capacitados.

A Eletrotrafo oferece solução completa para sistemas fotovoltaicos, desde o projeto à instalação.

Fonte: blog.tocaobra.com.br

10 visualizações

Posts recentes

Ver tudo