top of page

Conheça os tipos de irrigações mais utilizadas no Brasil.

O que é sistema de Irrigação?


A Irrigação é uma técnica utilizada pelos agricultores para levar água às suas plantações. A água ajuda as plantas a crescer. Em regiões muito secas, a irrigação substitui a chuva.

Investir no sistema de irrigação correto te ajuda a aumentar a produtividade, produzir mais safras ao ano e a diminuir as perdas nas lavouras, causadas pelo clima instável. Para isso, é preciso estudar qual projeto cabe melhor nos objetivos que você procura para seu cultivo.

As técnicas de irrigação acompanharam os avanços tecnológicos agrícolas, que foram aprimorando ainda mais os métodos de plantio e a capacidade de geração de produtos em maior quantidade e qualidade.



Como surgiu a irrigação


Embora as técnicas de irrigação estejam cada vez mais elaboradas, seu surgimento data de 5 mil anos atrás, nas plantações as margens do Rio Nilo. O Faraó egípcio Ramsés III se preocupou com a distribuição das águas para que elas chegassem até as regiões agrícolas, construindo canais que pudesse redirecioná-las.


Métodos de Irrigação

Método de irrigação é a forma pela qual a água pode ser aplicada às culturas. Basicamente, são quatro os métodos de irrigação: superfície, aspersão, localizada e subirrigação. Para cada método, há dois ou mais sistemas de irrigação, que podem ser empregados.

A razão pela qual há muitos tipos de sistemas de irrigação é a grande variação de solo, clima, culturas, disponibilidade de energia e condições socioeconômicas para as quais o sistema de irrigação deve ser adaptado.

Método e Sistema: entenda a diferença.

Método: Maneira de agir ou fazer as coisas; modo ordenado de proceder.

Sistema: Disposição das partes ou dos elementos de um todo, coordenados entre si, e que funcionam como estrutura organizada e que concorrem para um resultado.

Vamos então para os Sistemas de irrigação mais utilizados aqui no Brasil, que são: o pivô central, a aspersão, a microaspersão, o gotejamento e sulco camalhão.


Pivô central

Este sistema é instalado no centro da área que se pretende irrigar.

Ele é composto por uma torre metálica que serve de base para uma estrutura suspensa que gira em forma circular para irrigar a parte superior da plantação.

Além disso, este sistema é mais comum nas lavouras de grandes culturas como milho, soja, feijão e cana-de-açúcar.


Aspersão

Este sistema de irrigação é composto por uma tubulação e diversos aspersores que ficam distribuídos ao longo da área que se pretende irrigar.

Assim, os aspersores expelem a água no ar fazendo com que a irrigação se pareça com uma precipitação natural.

Vale destacar que, a irrigação por aspersão é mais comum em pastagens, bem como na fruticultura e horticultura realizadas em locais abertos.



Microaspersão

Através da pressão a água é aspergida do microaspersor no formato de gotículas, similar à uma névoa.

Assim, além do uso na irrigação de cultivos, também é possível utilizar a microaspersão para proporcionar conforto térmico aos animais, uma vez que esse sistema ajuda a controlar a umidade do ar.

Além disso, também se utiliza esse sistema em ambientes fechados, como estufas de hortaliças ou flores ornamentais.



Gotejamento

Na irrigação por gotejamento há uma tubulação em formato de fita com perfurações chamadas de gotejadores.

As fitas de gotejamento são posicionadas rente ao solo e muito próximas às raízes das plantas.

Este sistema é um dos mais eficientes por irrigar de forma localizada, o que colabora na diminuição das perdas. Além disso, é muito comum em áreas de cultivos que utilizam mulching.


Inundação, sulcos e sulcos camalhão

É o sistema de irrigação que tem o menor custo de implantação e manutenção.

Isso porque, o produtor precisa, basicamente, conduzir a água para onde deseja irrigar através da implantação de sulcos ou taipas.

Assim, a água irá chegar até o ponto desejado para infiltração através da gravidade e de como foi realizado o manejo do terreno.

Dessa forma, este sistema é muito utilizado para o cultivo do arroz e até mesmo da soja.

A importância da irrigação consiste em complementar a disponibilidade da água provida naturalmente pela chuva, proporcionando ao solo teor de umidade suficiente para suprir as necessidades hídricas das culturas.

Com isso vem a importância dos agricultores escolher o tipo de irrigação ideal para sua cultura de interesse. A avaliação para essa escolha deve ser feita de maneira cautelosa avaliando e levando em consideração o clima, solo, relevo, topografia e disponibilidade de água. Em caso de dúvidas o ideal é consultar um especialista da área.

Sabendo o quanto é importante a atenção com o uso sustentável da água, e para garantir que seu projeto tenha um resultado final de alto padrão, com qualidade e eficiência, nós da Eletrotrafo temos o melhor em produtos de irrigação e jardim para lhe oferecer.

Acesse agora o nosso site e fique por dentro de tudo.








30 visualizações

Comments


bottom of page