Adicionando mais painéis solares no seu sistema existente – o que você precisa saber

Atualizado: Jul 26


Se você já possui painéis solares instalados no seu telhado e quer instalar ainda mais, para poder usar mais energia ou reduzir a conta de luz, então você tem as 3 seguintes alternativas:

  1. Adicionar mais painéis solares ao seu sistema existente – usando o inversor existente.

  2. Comprar um inversor novo e maior e adicionar mais painéis ao sistema.

  3. Comprar um novo sistema fotovoltaico e instalar ele perto do original.

Abaixo nós detalhamos as 3 opções para que você possa decidir qual é a sua melhor solução:


1. Adicionando mais painéis ao sistema existente usando seu inversor original.

Você sabia que você pode ter até 20% a mais de painéis solares conectados ao seu inversor grid tie, do que a potência pico nominal do inversor? Por exemplo:

  • Se você tem um inversor de 1,5 kW, você pode ter até 1.8 kW de painéis conectados a ele.

  • Se você tem um inversor de 3 kW pode ter até 3.6 kW de painéis conectados a ele.

  • Se você tem um inversor de 5 kW pode ter até 6 kW de painéis conectados a ele.

Então, se o seu inversor é grande o suficiente, a adição de painéis solares é uma opção de baixo custo para obter mais energia.

Mas você deve estar se perguntando, como que isso é possível se o inversor limita a potência de saída?

A razão pela qual você pode fazer isso é simples: os seus painéis foram testados em laboratório, onde as condições de teste não são nada parecidas com a vida real. Ou seja, o seu painel solar de 260Watts em um dia de muito calor não vai estar produzindo mais de 200Watts. Ou seja, os seus painéis raramente irão atingir a potência máxima deles pois o Brasil é quente e, como todos os painéis solares são feitos de material semicondutor (a maioria de silício), eles perdem eficiência com temperaturas altas.

Vamos usar um inversor de 3 kW como um exemplo:

3 kW de painéis geralmente só atingem 80% (2.4kW) de sua potência nominal devido a possíveis perdas, sendo a maior delas relacionada ao calor como mencionamos acima.

4 kW de painéis, após as perdas irá produzir uma potência de pico de 3.2kW. Ou seja, você poderia estar usando um inversor de 3.2kW para 4kW de painel e assim economizar dinheiro.

Então, dimensionar o seu inversor em 120% é uma boa maneira de aumentar a sua produção de energia solar sem investir muito.

  • Duas grandes ressalvas:

  1. Caso não seja a mesma empresa que instalou o sistema original que vai instalar os painéis adicionais, você pode perder a garantia da instalação.

  2. É fundamental que o instalador encontre painéis solares iguais ao que você instalou ou muito semelhantes. Caso contrário o sistema pode não funcionar muito bem.

Se você quiser instalar mais painéis do que o seu inversor pode aceitar (usando a regra de 120%), ou você não consegue encontrar painéis compatíveis, então a sua próxima opção é:

2. Substitua o seu inversor pequeno por um inversor maior e adicione mais painéis.

Parece um desperdício de dinheiro e recursos remover um inversor que esta funcionando. No entanto, se você comprou um inversor barato, talvez esta seja a oportunidade de substituí-lo por um inversor de primeira linha como, por exemplo, os inversores da marca Sungrow.

Uma outra razão para fazer esta substituição é comprar um novo e maior inversor que possa funcionar com baterias. Desta forma, assim que as baterias “couberem no seu bolso”, você poderá fazer a adição de um sistema de backup de baterias.

  • Se você decidir que a melhor solução para você é comprar um inversor maior, então preste atenção nos seguintes pontos:

  1. Com a tecnologia de painel evoluindo rapidamente, você pode ter dificuldades para encontrar painéis extras que correspondem ao sistema fotovoltaico que você já tem instalado. Neste caso, você precisa obter um inversor novo com 2 MPPT (duas entradas independentes) para que você possa instalar painéis diferentes, sem afetar o desempenho do seu sistema.

  2. Se possível, compre da empresa que fez a primeira instalação, desta forma, você não perde a garantia do sistema.

  3. Caso queira comprar um inversor pensando em adicionar baterias, procure por um modelo de inversor Híbrido ou com um protocolo de comunicação MODBUS.


Se você não deseja substituir o seu inversor existente, veja abaixo a sua terceira opção:

3. Comprar um sistema fotovoltaico novo e instalar ao lado do original.

Esta é uma boa opção, instalar um sistema novo, com um painel solar de ultima geração e garantia nova. Pode até acabar custando mais barato pois os instaladores não precisarão mexer em uma instalação existente e podem instalar o novo sistema em paralelo com o sistema antigo já instalado.


Resumo

  1. Considere que você pode adicionar até 20% de painéis solares a mais que a potência nominal do inversor. Esta opção pode fornecer um pouco de energia extra, a um baixo custo.

  2. Se aumentar a quantidade de painéis solares 20% em relação a potência nominal do inversor não é uma opção, então você pode substituir o seu inversor para permitir que mais painéis sejam adicionados. Esteja ciente de que isso pode ser surpreendentemente caro, pois não é tão simples como uma nova instalação. Se você esta decidido a comprar um novo inversor então compre um hibrido ou com sistema de comunicação MODBUS/SUNSPEC, dessa forma será mais fácil adicionar baterias no futuro. Opte, preferencialmente, pela mesma empresa que fez a primeira instalação, para não ter problemas com a garantia dos produtos já instalados.

  3. Muitas vezes é mais barato adicionar um novo sistema fotovoltaico completo em paralelo ao existente.

Se você ainda não instalou energia solar ou pretende adquirir o seu segundo sistema fotovoltaico, clique no banner abaixo e solicite um orçamento à equipe da Eletrotrafo Solar, sem compromisso.

Fonte: Portal Solar


36 visualizações